Inter sofre gol olímpico, perde para o Fluminense em casa e amplia a crise

O time gaúcho saiu na frente, mas acabou perdendo de virada para o tricolor, por 2 x 1, no Beira-Rio

atualizado 22/11/2020 20:50

FluminenseFERNANDO ALVES/ESTADAO CONTEUDO

O Internacional segue sua derrocada desde a saída de Eduardo Coudet. Neste domingo (22/11), o time gaúcho saiu na frente, mas acabou perdendo de virada para o Fluminense, por 2 x 1, no Beira-Rio, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sem Abel Braga, afastado por causa da Covid-19, neste duelo, o Inter tem três derrotas e uma vitória — inútil, pois resultou na eliminação na Copa do Brasil, para o América-MG — desde a mudança no comando. O time, desta vez, foi dirigido pelo auxiliar Leomir. No Brasileirão, o time estacionou nos 36 pontos e perdeu a chance de encostar nos líderes, aparecendo em quarto lugar.

Já o Fluminense encerrou uma sequência de duas derrotas e se aproximou da briga pela ponta. O time comandado por Odair Hellmann chegou aos 35 pontos e subiu para o quinto lugar, entrando na zona de classificação à Copa Libertadores.

O jogo

A partida começou equilibrada, mas o Inter aproveitou a sua primeira oportunidade. Aos 14 minutos, Maurício chutou rasteiro e Muriel rebateu mal nos pés do meia, que não perdeu desperdiçou a segunda tentativa.

A preocupação tomou conta dos gaúchos após dividida de Rodrigo Dourado com Danilo Barcelos. O volante, que voltou recentemente de cirurgias no joelho, ficou caído no gramado, mas depois se recuperou. Aos poucos, o Fluminense foi ameaçando a vantagem do Inter.

O time gaúcho chegou a ampliar aos 37 minutos com Thiago Galhardo, mas o gol foi anulado pelo VAR porque a bola tocou no braço do atacante após chute de Danilo Barcelos. Nos acréscimos, o Fluminense reclamou de pênalti não marcado de Victor Cuesta em Lucca após uma dividida.

O empate tricolor saiu aos 11 minutos do segundo tempo. Lucca cobrou escanteio fechado, Digão não desviou e enganou Marcelo Lomba. A bola acabou entrando direto. Na sequência, Thiago Galhardo teve mais um gol anulado ao aproveitar passe de Maurício. O atacante, porém, estava impedido.

Em busca da vitória, o Inter passou a pressionar o Fluminense. Caio desviou a bola para o meio da área e ninguém apareceu para completar. Aos 28 minutos, Caio aproveitou cruzamento e cabeceou A bola tinha a direção do gol, mas acabou acertando Maurício.

Quando parecia que o Internacional estava mais perto do gol, o Fluminense virou. Aos 35 minutos, Caio Paulista recebeu passe, dominou e bateu na saída de Marcelo Lomba. Nos minutos finais, o time gaúcho partiu todo em busca do empate, mas não conseguiu furar o bloqueio tricolor. E quase sofreu o terceiro em chute cruzado de Felippe Cardoso.

Pela 23.ª rodada do Brasileirão, o Internacional enfrenta o Atlético-GO, às 21h do próximo sábado (28/11), no Olímpico Pedro Ludovico. Antes, recebe o Boca Juniors, na quarta-feira (25/11), no Beira-Rio, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Envolvido apenas na disputa do Brasileiro, o Fluminense volta a campo só na segunda-feira (23/11) da semana que vem, contra o Red Bull Bragantino, às 20h, no Maracanã, no Rio.

Vídeos
Últimas notícias