Ex-jogador do São Paulo é citado em denúncia de abuso sexual na Argentina

Ricardo Centurión e mais três jogadores do Vélez Sarsfield estariam em festa onde mulher de 28 anos teria sido abusada sexualmente

atualizado 04/12/2020 19:22

Centurion, do VelezGetty Images / Pool / Equipe

Uma denúncia de abuso sexual estourou no futebol argentino. Uma mulher de 28 anos realizou a queixa após uma festa, onde estavam presentes os jogadores Juan Martin Lucero, Ricardo Centurión, Thiago Almada e Miguel Brizuela, todos do Vélez Sarsfield.

A acusação foi registrada na Delegacia da Mulher de San Isidro, em Buenos Aires, na madrugada desta sexta-feira (4/12). Apesar da presença dos atletas do time argentino no local, o crime teria sido cometido por um outro participante da festa. O atacante Lucero é o responsável pelo aluguel da casa.

A mulher afirmou que os jogadores foram cúmplices do abusador. A vítima ainda afirma que teve seus pertences roubados, como o telefone celular. Segundo o jornal Olé, a denunciante disse que Centurión estava no local, assim como Thiago Almada.

O Vélez se pronunciou sobre o caso. “A instituição se colocou imediatamente à disposição da vítima por esse feito grave, assim como também se colocou à disposição da Justiça”, disse o clube, em comunicado. O Vélez é pioneiro em ações contra este tipo de violência. O clube incluiu em seus contratos uma cláusula de rescisão caso seus jogadores estejam em denúncias comprovadas de violência de gênero.

Os jogadores vão prestar depoimento e não participarão da próxima partida do clube no Campeonato Argentino, contra o Patronato. Ricardo Centurión é conhecido da torcida brasileira e do São Paulo. O lateral teve passagem apagada pelo clube brasileiro, em 2015.

Vídeos
Últimas notícias