Pedro Cardoso diz que HBO Max “roubou” série; streaming rebate o ator

Cardoso diz que criou a série Área de Serviço e os produtores da WarnerMedia "assassinaram" a produção que ele desenvolveu com sua esposa

atualizado 09/08/2022 16:57

Pedro Cardoso dando entrevista Reprodução

O ator Pedro Cardoso, que ficou famoso por conta de seu papel como Agostinho Carrara na série A Grande Família, da Globo, publicou um vídeo em seu Instagram nesta terça-feira (9/8) afirmandou que a HBO Max “roubou” uma produção que ele desenvolveu com a esposa, Graziella Moretto.

Cardoso diz que criou a série Área de Serviço e os produtores da WarnerMedia, empresa responsável pela plataforma de streaming, “assassinaram” a produção que ele desenvolveu com sua companheira.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

“Graziella e eu nos tornamos empregados do trabalho que nós tínhamos feito. Já não é isso um roubo?”, disparou Cardoso.

De acordo com o ator, Monique Gardenberg, sócia da Dueto Produções, o excluiu do projeto e assumiu a posição de diretora-geral depois de uma negociação secreta com a WarnerMedia.

“É um crime que esse projeto tenha sido destruído. Um crime contra Graziella e contra mim, mas também um crime contra o interesse público”, acrescentou o artista. Com o caso, o ator sugeriu que talvez antecipe sua aposentadoria.

Assista:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Pedro Cardoso (@pedrocardosoeumesmo)

Defesa

Ao Splash, do UOL, Monique Gardenberg alegou que foi pelo carinho com o artista e sua esposa que a Dueta Produções decidiu seguir com a série. Ela ainda diz que entrará na Justiça após as alegações de Cardoso:

“Pelo nível de agressão e desrespeito conosco e membros da equipe, não nos manifestaremos publicamente. Nossa manifestação se dará na instância judicial, onde Pedro terá oportunidade de expor suas alegações.”

Em nota enviada à imprensa, a HBO Max afirma que “todas as produções e parcerias com as produtoras brasileiras são realizadas em comum acordo com todas as partes envolvidas, respeitando e cumprindo as exigências legais. Cabe ressaltar que a companhia não comenta sobre assuntos internos de seus colaboradores e talentos.”

Mais lidas
Últimas notícias