A Fazenda 14: Faro pede desculpas por retratar André como escravo

Família do peão de A Fazenda 14 apontou racismo na releitura da tela O Lavrador de Café, de Cândido Portinari

atualizado 21/11/2022 12:53

Releitura da tela O Lavrador de Café com o rosto de André Marinho, à esquerda; André Marinho em A Fazenda 14, à direita - Metrópoles Record/Reprodução

Rodrigo Faro pediu desculpas à família de André Marinho e aos telespectadores pela dinâmica de A Fazenda 14 exibida no Hora do Faro, em 13 de novembro. O peão foi retratado em uma releitura da tela O Lavrador de Café, de Cândido Portinari, revoltando a mulher do cantor, que acusou a Record de racismo.

A família de André publicou um trecho do posicionamento de Faro e aceitou as desculpas. No programa do último domingo (20/11), Dia da Consciência Negra, o apresentador alegou entender os motivos pelos quais a prova foi interpretada como racista e, em nome de sua equipe, lamentou a péssima escolha.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

“Somente depois de alertados, a gente observou que, como citado no site do Masp, as simbologias e leituras que revestem a representação dessa obra são ambíguas. Nós entendemos o motivo real de a atividade ter sido lida por algumas pessoas como um ato de conotação racista, mesmo não sendo esta a intenção da nossa equipe. Nós compreendemos as razões de todos que se sentiram ofendidos. Nós lamentamos e nos desculpamos pela falta de bom senso em escolher justamente o André para representar a obra citada”, disse Faro.

Após a dinâmica, a família de André repudiou a releitura da tela de Portinari trocando o rosto do escravo pelo do peão.

“A família Marinho já passou por diversos episódios de preconceito, inclusive com seus filhos, e por isso entendemos que não devemos nos calar diante de certas atitudes, e sim, aproveitar o momento para conscientizar. É este tipo de associação que não deve ser normalizada pois representa um racismo estrutural que deve ser combatido, e não disseminado”, concluiu o posicionamento, assinado pela cunhada de André.

Mais lidas
Últimas notícias