*
 

A emissora de Silvio Santos adora uma novela mexicana com título inusitado. Neste mês, estreia “O que a vida me roubou”, trama estrelada por Angelique Boyer e Sebastián Rulli, que, atualmente, estão bombando no país latino como o casal sensação. A história, cheia de dramalhão, é sobre uma jovem socialite que vê a sua vida se transformar quando conhece um grande amor.

Mas esse não é o primeiro título que mistura um pouco de livro de autoajuda com uma sofrência sem fim. Desde o começo das transmissões, o SBT se especializou em pegar novelas com nomes bem inusitados. Conheça os melhores.

Café com aroma de mulher
Um dos clássicos do SBT, exibida por três vezes na emissora, a novela contava a história de Gaivota, uma apanhadora de café, e Sebastião Valejo, um jovem rico.

Os ricos também choram
Apesar de ter feito uma versão brasileira, a mexicana foi ao ar em 1982 pelo SBT. Mariana Vilarica, uma selvagem que nasceu no campo, apaixona-se por Don Alberto Santesteban, que ensina tudo para a jovem.

Eu não acredito nos homens
Nesse dramalhão, exibido em 1993 pelo SBT, María Dolores é enganada e acaba sendo a responsável pela morte de um homem. A sofredora acaba se apaixonando por um advogado e vive feliz para sempre.

As tontas não vão ao céu
Uma das novelas mais recentes do SBT, exibida em 2010, contava a história de Candy e Santiago, que, adivinhem(!), apaixonam-se loucamente.

Abraça-me muito forte
Com 135 capítulos e duas fases, vários abraços foram dados nessa novela, inclusive, pelo casal que ~ se apaixona loucamente ~, Carlos Manuel e Maria do Carmo.

 

 

COMENTE

SBTCafé com Aroma de MulherO que a vida me roubouNovela mexicana
comunicar erro à redação

Leia mais: Televisão