Mulher é condenada a prisão por dar golpe de R$ 18 mi em sugar daddy

Louise Caplan, de 34 anos, escapou de uma pena mais severa, que poderia chegar a mais de sete anos de reclusão

atualizado 10/10/2021 14:36

Louise CaplanReprodução/ Instagram

Uma garota de programa que aplicou golpe milionário em um idoso de 68 anos foi condenada na última quinta-feira (7/10) a cinco anos e três meses de prisão. Louise Caplan, de 34 anos, escapou de uma pena mais severa, que poderia chegar a mais de sete anos de reclusão.

O idoso perdeu o equivalente a R$ 18 milhões. Louise conheceu o banqueiro casado, identificado pelo jornal The Sun como Henry Sless, por meio de um site de encontros. No primeiro programa, Henry aceitou pagar R$ 3 mil.

0

Henry servia de sugar daddy para a mulher, e pagava cerca de R$ 7,3 milhões em presentes e “mesada”. “Nós nos encontramos cinco ou mais vezes no primeiro ano e estávamos em contato diariamente. Eu imediatamente me apaixonei por ela”, disse o idoso, que trabalha no mercado financeiro de Londres, segundo o processo.

A profissional do sexo, entretanto, convenceu o idoso, que trabalha no mercado financeiro em Londres, a investir um total de R$ 18 milhões para financiar empreendimentos comerciais em Dubai e Dublin. A cada mensagem pedindo dinheiro, Louise usava um tom erótico e cheio de afeto.

“Era uma situação triste de duas pessoas que tinham fantasias. Ela queria ser uma mulher de negócios de sucesso. Ele tomou decisões desastrosas e surpreendentes para um homem com sua experiência. As decisões que ele tomou não foram feitas usando sua cabeça, isso é certo”, disse o advogado de defesa da mulher, Jon Swaine.

Stefan Weidmann, advogado do idoso, disse, por sua vez, que Henry “foi um homem muito ingênuo”, apesar da vasta experiência de vida.

Últimas notícias