Eleições de 2022 explicam sucesso de Viny antes de começar o BBB

Para especialistas, sucesso está ligado a vários fatores: das eleições 2022, ao desejo dos telespectadores de manifestar sua torcida na web

atualizado 17/01/2022 22:08

Vinicius BBB22Reprodução

O BBB22 estreia oficialmente na noite desta segunda-feira (17/1) mas as redes sociais não falam em outra desde a revelação dos participantes, na última sexta-feira (14/1). Na ocasião, integrantes da Pipoca e do Camarote foram apresentados de forma breve para o público, em teasers com cerca de 1 minuto, que bastaram para a internet eleger um favorito: o cearense Vinicius.

Em menos de 48 horas após ser anunciado, o jovem bateu a marca de 2 milhões de seguidores e contando. Até a publicação dessa reportagem eram 2,3 milhões. Com o feito, ele ultrapassa Juliette, fenômeno da última temporada, que precisou de cinco dias após a estreia do programa para chegar ao mesmo número.

O rápida ascensão nas redes levou muita gente a busca uma explicação para o fenômeno. Até Juliette. “Ele é bem engraçado né? Já me chamou no direct, ele é fã. Fez uma fotinha igual a minha, a arte também”, disse a paraibana, em participação no Encontro, nesta manhã.

Caio Braga, publicitário e especialista em branding, também tem palpites. “Conversando com alguns amigos, cheguei a conclusões que podem justificar isso daí. Podem”, frisa ele, destacando as estratégias que o cearense já colocou em prática em suas redes sociais.

Vinicius, do BBB22
Vyni bateu 2 milhões de seguidores em 48h

“O ano de 2022, mais do que qualquer outro ano, será regido pelo impacto da regionalidade nordestina em função da corrida eleitoral de Lula. O fenômeno Juliette foi um prato de entrada, eu realmente acredito que a grande identificação projetiva acontecerá neste ano, e a Globo também já sacou isso. Percebam como o casting do reality foi formado”, avalia.

Para o especialista, apesar de surpreendente, esse crescimento acelerado também pode trazer impactos negativos pra jornada de Vinicius na casa. “A alta expectativa em cima de uma pessoa que ainda não abriu a boca é um ponto problemático. Se decepcionar, ainda levará o cancelamento nas costas”, analisa.

0
O like é a torcida

Para Issaaf Karhawi, doutora e pesquisadora em Comunicação Digital na USP, o fenômeno Vinicius pode ser explicado sobre outra ótica: a da intenção dos internautas.

“As redes sociais são idealizadas para que sejam utilizadas de formas específicas, mas é a apropriação dos usuários que dita o andamento daquela rede. O botão de ‘seguir’ surge com o objetivo bem claro de acompanhar um amigo ou personalidade nas redes sociais. Mas a apropriação que se tem feito durante o BBB é outra: o like passa a ser endosso, torcida”, ressalta.

Ela destaca que o conteúdo que se publica é importante, mas os seguidores estão ali para marcar um ponto de vista. “O ‘seguir’, nesses casos, revela muito mais dos usuários do que, necessariamente, do dono do perfil. Ou seja: segue-se para que saibam qual a sua torcida, segue-se para validar a participação daquele participante do reality show. Se o conteúdo for divertido, instrutivo ou até emocionante será um belo brinde”, opina.

Outra hipótese é de que os telespectadores estejam tentando equilibrar o jogo. “Levando em conta que nas edições com Pipoca e Camarote, alguns participantes já chegam com número de seguidores na casa dos milhões e bastante visibilidade, as torcidas parecem resolver essa discrepância num ritmo urgente, aproximando seus favoritos dos já famosos”. 

Issaaf Karhawi, especialista em influenciadores digitais

A especialista não descarta, no entanto, a contribuição das estratégias de Juliette nas redes de Vinicius e de outros participantes.

“A equipe de mídias digitais da Juliette marcou o programa. O jogo acontecia na casa e fora dela. O BBB21 trouxe pra discussão os ADMs das redes sociais, por exemplo. E esse tipo de estratégia fez escola. A gente observa que todos os participantes da nova edição do programa já estão lançando mão das mesmas táticas usadas: definição de uma linha editorial clara, estímulo à coprodução e diálogo com seguidores, ênfase na pessoalidade e humanização do participante, identidade visual consistente. E, sobretudo, o incentivo ao senso de comunidade, o reforço de que todos ali têm valores comuns”, conclui Issaaf.

Influencer de baixa renda

Vinícius, de 23 anos, é de Crato (Ceará), bacharel em Direito, digital influencer e, agora, Pipoca do BBB22. Conhecido como “influencer da baixa renda”, ele viralizou na internet após ter um vídeo compartilhado por Tirullipa.

Vinicius conta que já vendeu o único botijão de gás da casa para comprar um ingresso de um show de uma cantora pop e que já cantou em um velório. Outra curiosidade sobre o Pipoca é que ele só dorme abraçado com uma fralda desde criança.

O cearense nunca namorou, deu o primeiro beijo aos 19 anos e perdeu a virgindade com 22 anos. Antes de ser anunciado no elenco do BBB22, possuía 40 mil seguidores no Instagram.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos.

Mais lidas
Últimas notícias