Empresas de ônibus do DF reduzem frota em função de coronavírus

Semob registrou queda de 60% de passageiros e anunciou que pedirá a suspensão das atividades de motoristas que integrem grupo de risco

atualizado 24/03/2020 8:08

O sistema de transporte público do Distrito Federal passará por ajuste em função da queda significativa no número de usuários. Segundo levantamento da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob), a redução foi de 60% no movimento em função da pandemia do novo coronavírus.

A partir desta terça-feira (24/03), a pasta irá adotar operação conforme ocorre em período de férias coletivas. Assim, haverá menos ônibus nas ruas. Aos finais de semana, o itinerário seguirá como a programação dos domingos.

Com isso, as linhas das seguintes empresas terão horários alterados: Piracicabana, Marechal, Urbi, São José, Pioneira e Cobrataete. Toda operação será monitorada.

A Semob ainda pediu que as empresas suspendam a atividades de motoristas e cobradores que integrem o chamado grupo de risco da Covid-19.  São, atualmente, 553 funcionários com idades acima de 60 anos.

Últimas notícias