*
 

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), anunciou nessa quinta-feira (1º/3) como serão as estruturas, as palestras, as feiras e qual é a expectativa para o 8º Fórum Mundial da Água, que ocorrerá em Brasília, em março. O GDF espera receber 40 mil pessoas durante os dias 18 e 23 deste mês, sendo 10 mil inscritos e 30 mil participantes do evento. Até o momento, 7,5 mil fizeram o cadastro para participar do encontro. São representantes de 150 países, dentre eles, Itália, Japão e Estados Unidos.

As atividades serão realizadas no Centro Ulysses Guimarães e no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Com 340 sessões programadas, mil jornalistas estão credenciados, mesma participação que ocorreu na Coreia do Sul, em 2015.

Esta é a primeira vez que o evento acontece no Hemisfério Sul. Nos fóruns temáticos, serão discutidas e apresentadas experiências como a dessalinização da água e o reuso de garrafas pets, entre outras. Haverá ainda uma feira e exposições com representantes de 17 países.

Rollemberg lembrou que participou do fórum, em 2006, quando ainda era senador e trabalhou para trazê-lo ao DF. “Será um dos eventos mais importantes que vamos sediar. Uma oportunidade ímpar para o Brasil e para Brasília. Teremos na capital os maiores especialistas do mundo no tema água”, afirmou o governador.

O espaço de visitação aberto ao público, chamado Vila Cidadã, é uma novidade do evento, que terá atividades para crianças e adultos. Montada no Estádio Mané Garrincha, será palco de exposições, debates, mostras, entre outras atrações. Alunos de escolas públicas do DF visitarão o local para conhecer as inovações sobre o assunto no mundo. Ocorrerá também um encontro de parlamentares e juízes de todo o mundo.

“Esperamos que o maior legado para Brasília seja o que podemos transformar do ponto de vista da consciência ambiental”, afirmou Rollemberg. Segundo ele, o grande número de turistas vai movimentar a economia da cidade. A abertura cultural do fórum será realizada no dia 17 de março, com a orquestra sinfônica de Brasília.

Os detalhes do evento foram apresentados em entrevista coletiva, realizada no Palácio do Buriti, nessa quinta (1º). Estavam presentes o diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) Paulo Salles e o secretário adjunto de Turismo Jaime Recena.