*
 

O Pleno do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) elegeu, nesta terça-feira (6/2), a nova gestão para o biênio 2018-2020. O novo presidente será o desembargador Romão Cícero Oliveira (na foto em destaque, à esquerda). Ele substituirá Mario Machado, que esteve à frente da Corte nos últimos dois anos. A primeira-vice-presidente será Sandra De Santis (na foto em destaque, à esquerda); a segunda-vice, Ana Maria Duarte Amarante (na foto em destaque, à direita). O corregedor será Humberto Adjuto Ulhôa (na foto em destaque, à direita). Estavam presentes 43 desembargadores.

A sessão foi conduzida pelo atual presidente do TJDFT, quem iniciou os trabalhos agradecendo a honra de ter sido eleito e atuado pelo Tribunal na atual gestão, que, próxima do fim, foi coroada com mais duas realizações: a marca de mais de 500 mil processos eletrônicos distribuídos e o cumprimento, pelo segundo ano consecutivo, de todas as metas do Judiciário – “o que só foi possível com o empenho dos magistrados e servidores”, afirmou Machado.

Após a eleição, o desembargador Romão Cícero elogiou a eficácia da atual gestão e agradeceu os votos. Em seu discurso, disse: “os quatro eleitos são como um farol aceso pelo Criador. Nada a temer, vamos seguir em frente com a coragem e soberania que o Tribunal deve ostentar. Tenho certeza que assim caminharemos e não podemos recuar, fazendo todo o possível, e ainda mais, para levar a prestação jurisdicional a cada jurisdicionado, com toda eficiência”.

Romão Cícero de Oliveira nasceu em Santa Cruz (RN). Formou-se pela Universidade Regional do Nordeste, em Campina Grande (PB), em 1976. Ocupou o cargo de defensor público do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) em 1980 e, em julho de 1981, ingressou na magistratura do DF. Titularizou-se em 1983, na 2ª Vara Cível do Gama, e foi promovido a desembargador em abril de 1994.

Oliveira foi eleito vice-presidente do TJDFT para o biênio 2008-2010. Ocupou os cargos de vice-presidente e de corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), onde também foi presidente no biênio 2014-2016. Atualmente, é membro da 1ª Turma Criminal, da Câmara Criminal e do Conselho Especial do TJDFT.

TRE-DF
O Conselho Especial também indicou nesta terça-feira (6) os desembargadores Carmelita Indiano Americano do Brasil Dias e Waldir Leôncio para compor a gestão do TRE-DF no biênio 2018-2020. Os magistrados serão eleitos no âmbito da Corte para os cargos de presidente e vice-presidente.

Indicada à presidência, Carmelita Dias é mineira, natural da cidade de Manhumirim. A magistrada ingressou na carreira em abril de 1984, sendo promovida a juíza titular em outubro de 1991 e a desembargadora em junho de 2002. Ocupou o cargo de primeira-vice-presidente do TJDFT no biênio 2014-2016.

Já o desembargador Waldir Leôncio, indicado para a vice-presidência, é natural de Fortaleza (CE). Com mestrado em direito na área de concentração em direito público pela Universidade Federal de Pernambuco, ele ingressou na magistratura do Distrito Federal como juiz de direito substituto em abril de 1984.

Waldir Leôncio foi promovido a juiz de direito em 1991 e assumiu o cargo de desembargador em agosto de 2003. Em 2009, o magistrado presidiu a Comissão de Alteração do novo Regimento Interno do TJDFT. Antes de se tornar juiz, ocupou cargo de defensor público do MPDFT, de 1981 a 1984. Também foi segundo-vice-presidente do TJDFT, no biênio 2014-2016.

Ainda na sessão desta terça (6), foram indicados os desembargadores José Jacinto Costa Carvalho, atual segundo-vice-presidente do TJDFT, e Mario-Zam Belmiro Rosa, para os cargos de primeiro e segundo suplentes, respectivamente. (Com informações do TJDFT)

 

 

COMENTE

TJDFTMario MachadoRomão Cícero
comunicar erro à redação

Leia mais: Justiça