Feira dos Importados é reaberta após conserto de transformador

O local foi fechado para que o novo transformador fosse conectado à rede de distribuição de energia nesta quinta

atualizado 26/05/2022 14:47

Amanda Faviero/Material cedido ao Metrópoles

O serviço de ligação do transformador à rede de distribuição de energia na Feira dos Importados do Distrito Federal foi concluído por volta de 12h20. O antigo equipamento queimou na terça-feira (24/5) e deixou o local sem luz. O local amanheceu de portas fechadas nesta quinta-feira (26/5), mas já funciona normalmente.

A feira, segundo a Neoenergia Distribuição Brasília, estava com um defeito nas instalações internas, que seria de responsabilidade da administração local. Um reparo foi feito por uma empresa privada, mas, após apresentar problemas novamente, os responsáveis foram orientados a acionar a distribuidora de energia.

A Cooperativa de Produção e Compra em Comum dos Empreendedores da Feira dos Importados do Distrito Federal (Cooperfim), responsável pela administração do espaço, comprou um novo transformador, que chegou de Goiânia (GO) ao DF na quarta-feira (25/5) e já foi colocado no lugar.

“Ontem à noite, foi instalado um novo transformador na feira, mas faltaram os últimos ajustes, que foram feitos agora pela manhã”, disse o presidente da Cooperfim, Damião Leite Soares.

Técnicos da Neoenergia estiveram no local nesta quinta pela manhã e já concluíram o serviço de ligação do transformador à rede. O fornecimento de energia de responsabilidade da empresa segue sem interrupções até o ponto de distribuição do local.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Segundo Damião, a Feira dos Importados foi fechada por questões de segurança. “Uma vez que o equipamento é de alta tensão, nossa equipe de elétrica recomendou que fosse feito isso até a finalização desse processo de ligação”, explicou.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias