DF vacina grávidas e pessoas com comorbidades de 50 a 54 anos

Pessoas entre 50 e 54 anos com comorbidades também estão incluídas na imunização desta quinta-feira. Há alta procura no Parque da Cidade

atualizado 13/05/2021 13:53

Vacinação contra Covid-19 em pessoas com comorbidades e gestantes no estacionamento 13 do Parque da CidadeGustavo Alcântara/Especial Metrópoles

Dezenas de carros formaram fila no drive-thru do Parque da Cidade para a vacinação contra Covid-19 na manhã desta quinta-feira (13/5). Além do início da imunização de pessoas entre 50 e 54 anos com comorbidades, retomou-se hoje a vacinação de gestantes e puérperas com doenças pré-existentes.

O Estacionamento 13 do parque é um dos pontos de imunização no DF que podem ser procurados por grávidas e mulheres que estão na fase pós-parto.

A servidora pública Manoela Rocha, 34 anos, está na segunda gravidez, esperando uma menina. Ela relata que, com 38 semanas de gestação, teria a bebê nesta quinta, mas remarcou o parto para se vacinar.

Veja imagens da vacinação no Parque da Cidade:

0

“Eu estava com a cesárea marcada para hoje, mas falei com o médico e ele achou melhor eu me vacinar primeiro. Quando suspendeu [a vacinação de grávidas no DF], tive medo de não dar certo, porque aparece uma orientação, depois, vem outra, e tudo muda muito rápido. Mas, graças a Deus, deu certo hoje”, comemora.

Comorbidades

O público de 50 a 54 anos com doenças pré-existentes começou a agendar a vacinação contra Covid-19 nessa quarta (12/5). Aqueles que marcaram serão imunizados nesta quinta, em um dos 55 pontos espalhados em todo o DF. As pessoas sem registro recente de atendimento no SUS-DF precisam levar ao posto de vacinação um relatório médico que comprove a comorbidade.

Este público também pode se vacinar no Estacionamento 13 do Parque da Cidade. A comerciante Carla Arrais, 54, é uma das contempladas. Ela tem hipertensão e diabetes e se diz aliviada em poder se vacinar.

“Ontem, eu vi no jornal que a gente podia agendar e logo procurei o site, porque estamos na correria contra esse vírus horroroso, que já levou tanta gente. Se tivéssemos mais vacinas, muitas vidas não teriam se perdido”, comentou. “É muito gratificante a gente saber que começa a se livrar disso”, acrescentou Carla.

Vacinação de grávidas e puérperas

A imunização de gestantes estava suspensa desde terça-feira (11/5) por recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na segunda-feira (10/5), o Metrópoles revelou que uma grávida do Rio de Janeiro desenvolveu uma trombose dias depois de tomar a vacina da AstraZeneca.

Seguindo orientação do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde do DF suspendeu temporariamente também a vacinação das puérperas, na quarta-feira (12/5). Elas também  podem voltar a ser vacinadas nesta quinta, com imunizante da Pfizer ou com a Coronavac.

Não é necessário agendamento para este grupo. Basta comparecer a uma das unidades portando documento que comprove a comorbidade. Aquelas que estavam agendadas para terça (11/5) e quarta-feira (12/5) poderão buscar as unidades específicas também a partir desta quinta. A Secretaria de Saúde (SES) reforça que não será possível escolher a marca do imunizante.

Confira os locais de vacinação para as gestantes:

Últimas notícias