DF: escavadeira derruba parede de casa onde estavam duas crianças

A estrutura cedeu quando o condutor do equipamento retirava entulho da área. Ninguém se feriu e o local já foi consertado pelo governo

atualizado 09/01/2020 19:40

Material cedido ao Metrópoles

O que era para ser uma simples retirada de entulho em um terreno baldio transformou-se em dor de cabeça para uma família da Estrutural. Uma retroescavadeira da administração regional fazia o serviço, na manhã desta quinta-feira (09/01/2020), quando derrubou parte da parede da residência vizinha, na Quadra 3 da cidade. Do outro lado da estrutura havia o quarto de duas crianças.

“O motorista, despreparado, entrou com tudo dentro da minha casa. Nunca achei que fosse acontecer um absurdo desses”, reclamou a dona do imóvel, Thirsa Santos. Os tijolos não caíram dentro do cômodo e, por sorte, ninguém se feriu. “As crianças estavam na cama que fica encostada na parede. Pelo milagre de Deus não aconteceu o pior”, disse.

Thirsa conta, ainda, que choveu durante o dia, molhando o quarto e os móveis. “Só vieram resolver mesmo no fim da tarde e ainda diziam que a culpa não era da máquina, mas sim do excesso de lixo.”

0
Reparo no imóvel

A versão é sustentada pela Administração da Estrutural. A assessoria de imprensa afirma que a queda do muro se deu após a coleta do entulho. “Os dejetos estavam ali há muito tempo e podem ter apodrecido aquela parte da parede. Quando foram retirados, a estrutura cedeu”, explica.

O conserto externo foi concluído no mesmo dia. Nesta sexta-feira (10/01/2020), a administração promete concluir os reparos na parte interna da residência.

Mais lidas
Últimas notícias