Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

“Ser drag não me define, me potencializa”, diz Gloria Groove

Cantora falou sobre o futuro e cogita trabalhar na música deixando de se apresentar como drag queen

atualizado 18/10/2021 9:17

Durante entrevista na última sexta-feira (15/10), Gloria Groove reconheceu que existe a possibilidade de deixar de se apresentar como drag queen, pois ela quer mostrar além disso para seu público.

“Drag queen é uma ferramenta que me deu possibilidade, que me fez chegar como estrela, que eu não tinha como um adolescente gay que canta bem. Me deu essa potência e força. A partir da hora de eu perceber que isso está me restringindo e limitando, tenha certeza de que vou mudar a narrativa, não vou tomar posse dela, porque a grande brincadeira do artista com o público é essa, você nuca saber tudo sobre a pessoa, você sempre surpreende. Eu amo ser drag queen. Mas não acho que isso me define, isso me potencializa.”

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

No bate papo com este colunista, Gloria falou sobre a música A Queda, que acabou de lançar e fez sucesso entre os artistas, principalmente os que já foram, em algum momento, cancelados pelo público. Ela contou que se inspirou em Karol Conka e no episódio no qual ela foi cancelada durante sua participação no Big Brother Brasil.

“O terror da nova geração é o ódio. Está todo mundo determinado a tirar a paz de alguém através do ódio. Karol Conká foi inspiração para este som. As pessoas me pressionavam para dar unfollow em uma pessoa que é a minha referência desde criança.”

Assista a entrevista completa no link abaixo:

Mais lidas
Últimas notícias