Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

No Limite fracassa no ibope, mas ex-BBBs veem nomes brilhar de novo

Apesar da pouca audiência, o reality fez com que o cachê dos participantes duplicasse e os colocou na crista da onda novamente

atualizado 14/06/2021 21:20

No_LimiteReprodução

O retorno do No Limite não trouxe o sucesso de audiência que a Globo pretendia alcançar com o reality show, mas a escalação de ex-BBBs para sobreviver em uma ilha fez com que o cachê dos famosos duplicasse e os colocassem na crista da onda, de novo, para trabalhos publicitários.

O ex-BBB 21 Arcrebiano Araújo, por exemplo, viu o valor de suas publiposts no feed do Instagram saltarem do valor de R$30 mil reais para R$32 mil e os stories da casa dos R$17 mil para R$20 mil após No Limite. O modelo já estrelou ações para marcas como Hoteis.com em menos de uma semana desde a sua eliminação.
O sexólogo Mahmoud, do BBB18, conta que já vendeu R$200 mil com os seus ebooks sobre sexologia. Este valor foi alcançado em pouco mais de um mês de confinamento.

0

Íris Stefanelli, que também foi escalada para o novo No Limite após a participação dela no BBB7, viu o valor de seu publipost aumentar em 50% e as vendas de sua loja online terem acréscimo de 20%.

Outro integrante do No Limite que comemora a boa fase é Marcelo Zulu, que fez parte das primeiras edições do Big Brother Brasil. O lutador de MMA, que tinha menos de 5 mil seguidores antes do reality de resistência começar, acumula mais de 40 mil fãs no Instagram e viu, pela primeira vez, o seu nome ser procurado para realizar publiposts.

Últimas notícias