Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi e Victoria Abel

Republicanos apoia Bolsonaro, mas mantém pontes com Lula

Apoiador do ex-presidente, deputado Sílvio Costa Filho tem tido conversas com o petista, as quais relata ao presidente de seu partido

atualizado 17/07/2022 10:35

Lula faz sinal com as mãos Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Apesar de integrar a base do governo no Congresso Nacional e prometer apoiar a reeleição de Jair Bolsonaro este ano, o Republicanos mantém pontes com o ex-presidente Lula.

O contato da cúpula do partido com o petista se dá principalmente por meio do deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos-PE), apoiador declarado do ex-presidente.

O parlamentar tem tido conversas frequentes com Lula, as quais relata sempre ao presidente nacional do Republicanos, o também deputado federal Marcos Pereira (SP).

Uma dessas conversas ocorreu nessa quarta -feira (13/7), em Brasília. Costa Filho participou da reunião de Lula com outros deputados e senadores “aliados” em um hotel da cidade.

Na eleição deste ano, apesar de apoiar Bolsonaro na corrida presidencial, Pereira liberou filiados para se aliarem ao PT nos estados. O objetivo é eleger bancadas maiores em estados lulistas.

Em Pernambuco, por exemplo, diretório comandado por Costa Filho, a legenda estará na mesma chapa que o PT e que o PSB, partido do ex-governador Geraldo Alckmin, provável vice de Lula este ano.

Também há previsão de que PT e Republicanos estejam juntos no Amazonas no palanque do senador Eduardo Braga (MDB-AM), que concorrerá ao governo do estado.

No Republicanos, há quem aposte que, caso Lula vença Bolsonaro, o partido vai aderir à base aliada do petista no Legislativo. A legenda chegou a ocupar ministros no governo Dilma Rousseff.

Rusgas resolvidas

O Republicanos é o atual partido do vice-presidente Hamilton Mourão e dos ex-ministros Tarcísio de Freitas e Damares Alves. As filiações foram decisivas para que a sigla fechasse apoio à reeleição de Bolsonaro.

Antes disso, a legenda cogitava se afastar de Bolsonaro. Pereira chegou a dar declarações que o presidente da República “atrapalhava o crescimento” do partido durante a janela partidária.

Mais lidas
Últimas notícias