Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Novo aposta em Minas para tentar dobrar bancada na Câmara em 2022

Expectativa de dirigentes do partido é conseguir eleger ao menos cinco deputados mineiros e, com isso, superar a cláusula de barreira

atualizado 05/11/2021 20:25

Governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo)Hugo Barreto/Metrópoles

Ciente da dificuldade da legenda em eleições majoritárias, a cúpula do Partido Novo definiu como meta tentar ao menos dobrar a bancada da sigla na Câmara dos Deputados nas eleições de 2022.

A principal aposta está em Minas Gerais. Dirigentes do Novo lembram que nunca um governador buscando a reeleição no estado elegeu menos de cinco deputados. E esperam repetir essa projeção com Romeu Zema.

Atualmente, a bancada do partido na Câmara tem oito deputados federais. Desse total, apenas dois foram eleitos por Minas Gerais em 2018.

Integrantes da cúpula do Novo também apostam em eleger  mais deputados federais por em São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Cláusula de barreira

O objetivo do Novo é conseguir vencer a cláusula da barreira. Em 2022, as regras exigem que as siglas obtenham ao menos 2% do total de votos ou eleja pelo menos 11 deputados em 9 nove estados diferentes.

Sem a cláusula de barreira, as legendas não terão acesso ao tempo de televisão, nem aos fundos públicos partidário e eleitoral, este último distribuído apenas em anos em que há eleições.

Mais lidas
Últimas notícias