Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Em meio à ameaça de greve, governo prorroga ajuda militar no ICMBio

Portaria publicada no DOU desta quinta-feira mantém autorização para que Força Nacional atue na preservação ambiental até julho deste ano

atualizado 06/01/2022 12:38

Operação do ICMBioICMBio/Divulgação

Em meio às ameaças de greve dos servidores do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), o Ministério da Justiça decidiu prorrogar por mais 180 dias a autorização para que a Força Nacional ajude a autarquia na proteção ambiental.

A prorrogação foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (6/1). Ela prorroga até 5 de julho de 2022 a cooperação para que os militares ajudem o ICMBio no combate ao desmatamento, extração ilegal de minério e madeira, invasão de áreas federais e combate aos incêndios na vegetação.

A portaria publicada no DOU deixa aberta a possibilidade de uma terceira prorrogação. A cooperação entre a Força Nacional e o Instituto Chico Mendes começou ainda em abril de 2021 e duraria inicialmente até outubro, quando foi prorrogada até janeiro de 2022.

Os servidores do ICMBio estão entre as categorias que ameaçam entrar em greve em 18 de janeiro, em protesto pelo atraso pelo pagamento dos funcionários neste início de ano. A paralisação também é por causa da promessa de reajuste feita pelo governo e pelo Congresso apenas Polícia Federal, sem contemplar outras categorias.

Mais lidas
Últimas notícias