metropoles.com

Deputado apresenta projeto para acabar com telemarketing indesejado

Felipe Carreras (PSB-PE) propôs que empresas só possam ofertar produtos e serviços por telefone a cidadãos que autorizarem expressamente

atualizado

Compartilhar notícia

Entrevista Felipe Carreras
1 de 1 Entrevista Felipe Carreras - Foto: null

O deputado federal Felipe Carreras (PSB-PE) protocolou na última quarta-feira (4/5), na Câmara dos Deputados, projeto de lei que promete acabar com as chamadas de telemarketing indesejadas.

Pela proposta, as empresas só poderão ofertar serviços e produtos por telefone dos consumidores que expressamente demonstrarem interesse em receber as ligações de telemarketing.

Atualmente, há no Brasil algumas ferramentas oferecidas por diversos Procons a fim de evitar que os consumidores, após cadastro, não recebam essas ligações indesejadas.

A ideia de Carreiras é inverter a lógica e incluir todos os números que existem no país nesses cadastros proibitivos. Aqueles que quiserem receber as chamadas de telemarketing terão de pedir para sair desses cadastros.

“De fato, embora muitos deles manifestem o total desinteresse pelas ofertas, os fornecedores insistem em entrar em contato telefônico, perturbando a vida particular dos cidadãos, por isso entendemos ser necessária a inversão do cadastro, deixamos todos os números telefônicos no cadastro de proibição de oferta permitindo o telemarketing ativo apenas aos consumidores que assim o desejarem”, diz o deputado.

Carreras quer que quem desrespeitar a legislação acabe sentindo no bolso. O parlamentar propõe no projeto que as empresas sejam obrigadas a pagar multa de R$ 10 mil por ligação irregular efetuada.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comIgor Gadelha

Você quer ficar por dentro da coluna Igor Gadelha e receber notificações em tempo real?

Notificações