Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Campanha de Doria vê Leite como “ótimo candidato ao Senado”

Expectativa dos aliados do governador de São Paulo é de que Eduardo Leite atue na eventual campanha de Doria ao Palácio do Planalto em 2022

atualizado 23/11/2021 20:08

Eduardo Leite nas prévias do PSDBHugo Barreto/Metrópoles

A campanha de João Doria nas prévias do PSDB decidiu “baixar o tom” com Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul e principal adversário do tucano paulista na disputa.

Aliados do governador de São Paulo dizem ver o tucano gaúcho não apenas participando da campanha de Doria ao Palácio do Planalto em 2022, mas também como um potencial nome da sigla ao Senado.

Nesta terça-feira (23/11), nos bastidores da coletiva de Doria com o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto, auxiliares do governador paulista disseram à coluna que Leite seria um “ótimo nome” para concorrer ao Senado pelo Rio Grande do Sul.

Caso não vença as prévias do PSDB ao Palácio do Planalto, aliados de Doria não acreditam que Leite tentará reeleição ao governo gaúcho. Lembram que ele já se posicionou publicamente contra a reeleição.

Há expectativa também que, após curar as feridas geradas pelas prévias, Leite possa ajudar de alguma maneira na campanha de Doria à Presidência. Aliados do tucano paulista ponderam, no entanto, que, como o foco ainda são as prévias, nada ainda foi falado com o governador do Rio Grande do Sul.

Durante a coletiva, tanto Doria quanto Arthur Virgílio frisaram não acreditar que Leite deixe o partido em uma eventual derrota no pleito, previsto para terminar nesta semana.

Pelo contrário, os dois tucanos afirmaram que Leite tem de ser “trazido para o lado de cá”, em clara referência ao apoio que a ala do deputado Aécio Neves (PSDB-MG) dá ao governador gaúcho.

Últimas notícias
Mais lidas