Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Após crítica, Guedes escala novos auxiliares para cuidar da reforma tributária

Até então, o debate sobre o tema estava concentrado na Receita Federal, o que provocou críticas de outros integrantes da equipe econômica

atualizado 20/07/2021 11:40

Paulo GuedesThiago Araújo | Kardel LIVE MEDIA

Após duras críticas de integrantes do próprio Ministério da Economia à proposta de reforma tributária enviada ao Congresso, o ministro Paulo Guedes decidiu escalar novos integrantes da equipe econômica para acompanhar as discussões e articulações sobre o tema.

Uma das secretarias especiais do ministério incluídas no debate foi a de Produtividade, Emprego e Competitividade, comandada pelo liberal Carlos da Costa. A secretaria é responsável pela interlocução com o setor produtivo, também crítico à reforma tributária enviada pelo governo.

Na semana passada, Carlos da Costa designou um especialista para acompanhar de perto as discussões sobre a proposta junto ao Congresso: o advogado tributarista José Evandro Lacerda Zaranza Filho. Ele foi nomeado diretor de Análises Econômicas da secretaria.

Até então, o debate sobre a reforma tributária estava concentrado na Receita Federal, o que provocou críticas de outros integrantes da equipe econômica. A reclamação é de que a proposta original empodera o fisco e aumenta a carga tributária total, principalmente para o setor empresarial.

Mais lidas
Últimas notícias