Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

PGR pede liberdade de militante bolsonarista

O parecer pede também que sejam levantadas as medidas cautelares impostas à ativista extremista Sara Giromini

atualizado 18/06/2021 0:37

Oswaldo EustáquioHugo Barreto/Metrópoles

A Procuradoria-Geral da República pediu ao ministro Alexandre de Moraes, relator do Inquérito dos atos antidemocráticos, a liberdade do militante bolsonarista Oswaldo Eustáquio. O parecer foi enviado pela PGR nesta quinta-feira, 17/06.

No dia 7 de junho, Alexandre de Moraes pediu à Procuradoria-Geral da República que detalhasse as medidas restritivas de direitos que o órgão pretende que sejam levantadas no âmbito do inquérito dos atos antidemocráticos. Em resposta, a PGR pediu que a prisão domiciliar de Oswaldo Eustáquio Filho seja revogada.

Atualmente, Oswaldo Eustáquio está preso em regime domiciliar, com tornozeleira eletrônica.

O parecer pede também que sejam levantadas as medidas cautelares impostas à ativista extremista Sara Giromini.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna