Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Novo líder do governo no Senado não vê espaço para reforma tributária

Carlos Portinho afirma que temas mais complexos deverão ficar para depois da eleição

atualizado 10/06/2022 12:08

Posse do senador Carlos Portinho Jefferson Rudy/Agência Senado

Novo líder do governo no Senado, Carlos Portinho, do PL, não vê “espaço político” para que a reforma tributária seja levada a plenário. Segundo Portinho, temas mais complexos ficarão para depois das eleições presidenciais.

“Reformas são mais fáceis [de prosperarem] nos primeiros anos de governo. Pela complexidade, não vejo espaço político. Contudo, caso venha a surgir convergência, aí teria chance”, disse.

A aprovação da reforma tributária era um desejo do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, mas o texto em análise está longe de ser unanimidade. Há grande resistência, por exemplo, no trecho que prevê a tributação de dividendos.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna