Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Lockdown: decreto lista o que pode funcionar a partir das 20h no DF

Governo do Distrito Federal (GDF) autorizou a abertura de supermercados, funerárias, escolas privadas e igrejas durante horário de restrição

atualizado 26/02/2021 15:38

BarRafaela Felicciano/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha expediu, por volta das 14h desta sexta-feira (26/2), a lista de estabelecimentos que poderão funcionar no Distrito Federal durante o lockdown noturno. A partir da próxima segunda-feira (1º/3), somente atividades essenciais estão liberadas das 20h às 5h, em razão do avanço da Covid-19.

Segundo o decreto do Governo do Distrito Federal (GDF), ao qual a coluna Grande Angular teve acesso, supermercados, hortifrutigranjeiros, minimercados, mercearias, postos de combustíveis, funerárias e comércios atacadistas e de produtos farmacêuticos estão autorizados a funcionar conforme o horário estipulado no alvará. Igrejas, templos e demais estabelecimentos religiosos também podem abrir as portas.

Clínicas e consultórios médicos, odontológicos, laboratórios e farmacêuticas têm aval para expediente normal, assim como clínicas veterinárias e lojas de medicamentos veterinários ou produtos saneantes domissanitários.

O governo ainda liberou a abertura de escolas, universidades e faculdades da rede de ensino privada da capital federal durante o horário de restrição.

As lojas de conveniência e minimercados em postos de combustíveis podem funcionar depois das 20h, exclusivamente para a venda de produtos.

Todos os locais que estiverem em operação depois das 20h não poderão permitir o consumo de produtos in loco. A disponibilização de mesas e cadeiras também está proibida. O governo local proibiu a venda de bebidas alcoólicas após as 20h, em todos os estabelecimentos autorizados a funcionar após esse horário.

O GDF autorizou as operações de delivery, drive-thru e take-out, sem abertura do comércio para atendimento ao público em suas dependências durante o período das 20h às 5h.

Os serviços que não constam na lista do decreto devem fechar a partir das 20h, incluindo bares, restaurantes, shoppings, academias e salões de beleza.

Uma força-tarefa com 11 órgãos do GDF vai fiscalizar o cumprimento das medidas determinadas pelo Executivo local.

Lockdown

O governador Ibaneis Rocha decidiu decretar lockdown no Distrito Federal a partir de segunda-feira (1º/3), devido à pandemia de Covid-19. A medida deve durar pelo menos 14 dias, segundo Ibaneis.

“Vamos fechar tudo, exceto serviços essenciais, das 20h às 5h”, disse o governador à coluna, na noite de quinta-feira (25/2). Portanto, as demais atividades seguem autorizadas a funcionar fora do horário determinado.

As restrições foram anunciadas para frear a proliferação do novo coronavírus no DF. De acordo com o titular do Palácio do Buriti, a ocupação de leitos em unidades de terapia intensiva (UTIs) nos hospitais públicos atingiu uma taxa de 92%.

 

Últimas notícias