Irmão de Whindersson Nunes é esfaqueado em assalto

Segundo o comediante, Hidelvan Nunes foi surpreendido pelo suspeito, que pediu o celular

atualizado 12/06/2019 9:13

Reprodução/Arquivo Pessoal

Whindersson Nunes assustou os seguidores na noite de terça-feira (11/06/2019) ao afirmar em suas redes sociais que o irmão dele foi esfaqueado durante um assalto em Teresina (PI).

Segundo o comediante, Hidelvan Nunes foi surpreendido pelo suspeito, que pediu o celular. Mesmo entregando o aparelho, ele foi atingido pelo objeto cortante.

“Meu irmão está bem, já fez tudo o que tinha que fazer. Não foi fundo, não tem risco, só desespero mesmo”, explicou.

0

 

Depressão
Em abril, após escrever um desabafo nas redes sociais, Whindersson Nunes decidiu dar um tempo nas redes sociais e na agenda de trabalho. O humorista cancelou todas as apresentações até o início de agosto. Além disso, as gravações de campanhas também foram adiadas. Segundo o Extra, Whindersson teve uma estafa e precisará se afastar para tratamento.

O piauiense acabou de voltar de uma turnê mundial. E foi justamente uma semana após sua volta que ele falou sobre uma suposta depressão.

Entristecido, o artista revelou não sentir vontade de viver, e chamou a esposa, Luisa Sonza, de “minha rocha”. Sincero, ele pediu desculpas aos fãs, admitiu medo de decepcioná-los e contou que fará terapia.

“Eu queria conversar com meus fãs das antigas, com as pessoas que gostam de mim sobre o que está acontecendo comigo. Tive que tomar muita coragem para vir aqui”, começou ele, afirmando que se sente triste já há alguns anos.

0

“Eu sinto uma angústia todos os dias. Algumas risadas, algumas brincadeiras… e lá estou eu de novo com esse sentimento ruim […] Me sinto mal por não poder me ajudar, mas procuro ajuda nos amigos, na família […] Eu fico com tanto medo de decepcionar que fico preso em mim mesmo”, disse, ainda.

Pedindo perdão aos seguidores, Whindersson disparou: “Foda-se o dinheiro, os números, eu não sinto tanta vontade de viver. Nunca quis tirar a minha vida, nunca. Nunca quis decepcionar minha família, nem vocês, nem minha esposa que tem sido minha rocha, a pessoa mais incrível que já conheci”.

“Eu vivo rodeado de abutres, cada um querendo a sua fatia do bolo, e ver tantas pessoas ruins me deixa deslocado. A única coisa que me deixa feliz é subir no palco; quando subo no palco me sinto em um lugar bom, é luz, é felicidade”, escreveu o artista, que não deseja retornar ao estado depressivo, como deixou claro.

“É tão ruim ficar assim, porque já estive lá uma vez, não queria voltar pra lá porque é gelado e sem cor… Eu amo sorrir […] Me desculpem se eu decepcionei alguns de vocês, não me entendam mal, por favor. Eu quero fazer terapia, eu quero ajuda, quero viver. Amo vocês”, concluiu.

Em nota, a assessoria de imprensa da empresa NonStop, que administra os shows e carreira de Whindersson, explicou sua condição e confirmou o afastamento dele dos palcos:

“O artista passou por uma exaustiva rotina nestes últimos meses em sua turnê mundial, além de uma extensa agenda de gravações, entrevistas e shows, necessitando, assim, de um tempo para se reorganizar.

Últimas notícias