SP: polícia busca mulher que abandonou bebê em caçamba; criança morreu

Recém-nascido foi localizado por catadora de recicláveis, que percebeu movimento da criança, em Paulínia, no interior de São Paulo

atualizado 20/10/2021 11:16

Catadora de recicláveis Wrlainy Ramos encontrou o recém-nascido em caçamba de PaulíniaDaniel Mafra / EPTV

São Paulo – A Polícia Civil de Paulínia, no interior de São Paulo, busca pela mãe de um bebê abandonado em uma caçamba e que morreu pouco tempo depois. O recém-nascido foi encontrado por uma catadora de recicláveis, no bairro São José, na tarde dessa terça-feira (19/10).

Unidades de saúde da região também estão atentas para identificar a mãe do bebê. Por ter dado à luz recentemente, a mulher poderá buscar por assistência médica. A principal suspeita é de que a criança tenha morrido asfixiada, mas a confirmação ainda será feita pelo Instituto Médico-Legal (IML) de Campinas.

0

A Guarda Municipal da cidade informou que foi a catadora de recicláveis Wrlainy Ramos quem percebeu o movimento do bebê na caçamba. A mulher o retirou de lá, ainda com vida, e buscou atendimento para o recém-nascido.

Em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, a catadora disse que o bebê estava em uma sacola amarrada dentro de um saco de ração cheio de lixo. Ele ainda estava com cordão umbilical e enrolado em uma camisa. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas a criança não resistiu e morreu.

“Quando eu vi que era um bebê eu fiquei muito assustada. Assim que eu confirmei já pedi ajuda para vizinhos. O bebê estava com cordão umbilical, placenta. A gente como mãe não quer passar por essa situação. Eu estava com a minha filha de três anos e ela ficou me perguntando. É uma cena muito chocante, desesperadora”, explicou a mulher, emocionada.

Mais lidas
Últimas notícias