Solidariedade decide apoiar Baleia Rossi à presidência da Câmara

Agora, bloco conta com apoio de PT, PSL, MDB, PSB, PSDB, DEM, PDT, Solidariedade, Cidadania, PV, PCdoB e Rede, com 295 deputados

atualizado 18/01/2021 15:59

Com 14 deputados, a bancada do Solidariedade na Câmara dos Deputados decidiu, em reunião nesta segunda-feira (18/1), integrar o bloco do candidato Baleia Rossi (MDB-SP). Com a adesão, Rossi, que é apoiado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), contabiliza o apoio de 12 partidos — PT, PSL, MDB, PSB, PSDB, DEM, PDT, Solidariedade, Cidadania, PV, PCdoB e Rede —, com 295 deputados.

“O conjunto político-partidário formado em torno da candidatura e os compromissos assumidos por ele [Baleia Rossi] para esse equilíbrio e independência indispensáveis entre os Poderes da República são as razões que fazem o Solidariedade se empenhar também pela adesão de outras forças sociais e políticas no apoio à candidatura de Baleia Rossi à presidência da Câmara”, disse o presidente nacional da legenda, deputado Paulinho da Força (SP).

Isso, todavia, trata-se de uma mudança de orientação, visto que, anteriormente, o partido sinalizou apoio a candidatura do deputado Arthur Lira (PP-AL). O parlamentar apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conta com o apoio de PP, PL, PSD, Republicanos, Pros, Patriota, PSC e Avante, com 185 parlamentares. O PTB, com 11 deputados, e o Podemos, com 10, devem seguir com ele, totalizando 206 deputados.

Além de Lira e Rossi, disputam o pleito Alexandre Frota (PSDB-SP), André Janones (Avante-MG), Capitão Augusto (PL-SP), Fábio Ramalho (MDB-MG), Luiza Erundina (PSol-SP) e Marcel Van Hatten (Novo-RS).

A eleição da Mesa Diretora será realizada no dia 1° de fevereiro, no formato presencial, e com voto secreto — o que abre margem para possíveis “traições”. O candidato necessita de 257 votos para ser eleito.

Últimas notícias