Presidente do TST, Emmanoel Pereira tem aposentadoria publicada

Confirmação veio no Diário Oficial da União desta quinta-feira (6/10), assinada pelo presidente Jair Bolsonaro

atualizado 06/10/2022 7:42

Ministro Emmanoel Pereira Igo Estrela/Metrópoles

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Emmanoel Pereira, teve o pedido de aposentadoria assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), em decreto publicado nesta quinta-feira (6/10), no Diário Oficial da União. Ele completa 75 anos no próximo dia 17 de outubro.

Pereira assumiu a presidência do órgão em fevereiro deste ano e ficaria até 2024. Ele foi empossado em uma cerimônia híbrida, ainda por causa dos cuidados com a pandemia de Covid-19. Com ele, tomaram posse a vice-presidente, ministra Dora Maria da Costa, e o corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Caputo Bastos.

Veja a publicação da aposentadoria:

Aposentadoria do ministro Emmanoel Pereira
Aposentadoria do ministro Emmanoel Pereira

Emmanoel Pereira nasceu em Natal (RN) e se tornou bacharel em direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ele entrou como ministro do TST, em vaga destinada à advocacia e está no tribunal desde 30/12/2002. Também foi conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), como representante do Tribunal, e corregedor nacional de Justiça substituto, no biênio 2019-2021.

Entre outras atividades, atuou como vice-diretor e professor da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat). Também foi vice-presidente do TST e do CSJT no biênio 2016-2018.

Mais lidas
Últimas notícias