“Liberdade de expressão tem que valer pra todo mundo”, diz Bolsonaro

Presidente conversava com apoiadores no Palácio da Alvorada. Um deles disse que o mandatário deveria processar quem o chamou de "genocida"

Presidente Jair Messias Bolsonaro cumprimenta apoiadores e fala com a imprensaRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 04/06/2020 15:30

Ao conversar com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, na manhã desta quinta-feira (04/06), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu que a “liberdade de expressão tem que valer pra todo mundo”.

Na ocasião, um homem que o aguardava na residência oficial afirmou que Bolsonaro deveria processar quem o chamou de “genocida”. A fala foi transmitida pelas redes oficiais do presidente.

0

“Se o cara me chama de fascista, por exemplo, e eu processo, não acontece nada. Se eu chamo ele de fascista, levo R$ 2o mil no lombo”, alegou. “Não adianta, minha taxa de sucesso é próxima de zero. E outra coisa, liberdade de expressão tem que valer pra todo mundo”, completou.

Últimas notícias