CPI da Covid se reúne com juristas na segunda-feira (2/8) em SP

Os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Simone Tebet (MDB-MS) participam do encontro com o grupo coordenado por Miguel Reale Jr.

atualizado 27/07/2021 12:21

Alessandro Vieira_CPI da Covid-19Waldemir Barreto/Agência Senado

A CPI da Covid-19 se reunirá, na próxima segunda-feira (2/8), com o grupo de juristas coordenados por Miguel Reale Júnior. A princípio, os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Simone Tebet (MDB-MS) participam da reunião que ocorrerá no escritório do jurista, em São Paulo.

A ideia do encontro é discutir os limites jurídicos da comissão e o auxílio na confecção do relatório final da comissão, como tipificações de potenciais crimes ocorridos. A reunião estava prevista, anteriormente, para ocorrer nesta semana.

O grupo conta também com Helena Regina Lobo da Costa (professora da USP), Alexandre Wunderlich (professor da PUC-RS) e Sylvia Steiner (ex-juíza do Tribunal Penal Internacional).

O encontro ocorre um dia antes de a comissão voltar a realizar oitivas, após o recesso parlamentar. Inicialmente, o calendário previsto é o reverendo Amilton de Paula, na terça-feira (3/8); o sócio da Precisa Medicamentos, Francisco Maximiano, na quarta-feira (4/8); e o advogado e representante da Precisa, Túlio Silveira, na quinta-feira (5/8).

0

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), suspeito de envolvimento nas negociações irregulares da Covaxin, presta depoimento no dia 12 de agosto.

Núcleos

Para dar agilizar agilidade aos trabalhos, a cúpula da CPI da Covid dividiu-se em sete núcleo de investigação sobre as possíveis omissões do governo federal e as denúncias de corrupção no Ministério da Saúde durante a pandemia do novo coronavírus.

Os núcleos são: hospitais federais e organizações sociais; contrato da Covaxin; intermediários para compra de vacinas; fake news; contrato da VTCLog; ações negacionistas; e defesa de medicamentos sem comprovação científica.

Últimas notícias