CPI da Covid define datas para depoimentos dos governadores

As oitivas dos chefes dos Executivos estaduais serão realizadas na última semana de junho e na primeira semana de julho

atualizado 08/06/2021 10:46

CPI da CovidRafaela Felicciano/Metrópoles

Entrando numa nova etapa, a CPI da Covid definiu, nesta terça-feira (8/6), as datas para os depoimentos dos governadores à comissão. As oitivas serão realizadas na última semana de junho e primeira semana de julho.

Os senadores usaram como critério para convocação estados onde ocorreram operações da Polícia Federal que tinham como alvo gastos públicos ligados ao combate à Covid-19.

Os governadores ingressaram no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a convocação, alegando violação do Pacto Federativo. Contudo, as datas foram marcadas. Veja abaixo:

Helder Barbalho (Pará), 29/6
Wellington Dias (Piauí), 30/6
Ibaneis Rocha (Distrito Federal), 1º/7
Mauro Carlesse (Tocantins), 2/7
Carlos Moisés (Santa Catarina), 6/7
Antônio Garcia (Roraima), 7/7
Waldez Góes (Amapá), 8/7

O primeiro a ser ouvido pela comissão será o governador do Amazonas, Wilson Lima, na próxima quinta-feira (10/6).

A CPI da Covid tem o objetivo de investigar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com o desabastecimento de oxigênio hospitalar, além de apurar possíveis irregularidades em repasses federais a estados e municípios.

Últimas notícias