Conselho de Ética da Câmara notifica Daniel Silveira e Flordelis

Agora, os deputados federais terão até 10 dias úteis para apresentarem as respectivas defesas por escrito ao colegiado

atualizado 01/03/2021 19:37

Reprodução

O presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, Juscelino Filho (DEM-MA), afirmou que os deputados Daniel Silveira (PSL-RJ) e Flordelis (PSD-RJ) foram notificados, nesta segunda-feira (1º/3), no Rio de Janeiro. Agora, eles terão até 10 dias úteis para apresentarem as respectivas defesas por escrito.

Daniel Silveira e Flordelis respondem a processos por quebra de decoro parlamentar no colegiado.

Após esse prazo, os relatores Fernando Rodolfo (PL-PE), no caso de Silveira, e Alexandre Leite (DEM-SP), no de Flordelis, terão 40 dias para apresentarem os respectivos pareceres. Os processos precisam ser deliberados pelo plenário da Câmara, com voto aberto e maioria absoluta: 257 votos.

Silveira está preso após ameaçar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e exaltar o AI-5, instrumento utilizado durante a ditadura militar para cassar juízes e deputados. O deputado bolsonarista teve a prisão confirmada pelo plenário da Câmara, no último dia 19 de fevereiro.

Já Flordelis é acusada de mandar matar o marido, pastor Anderson do Carmo, em meados de 2019, e a Justiça do Rio pediu, na última terça-feira (23/2), que ela seja afastada do mandato, o que também precisa ser validado pelo plenário da Casa.

Últimas notícias