Carlos Bolsonaro ironiza morte de ex-deputado Alfredo Sirkis: “Ódio do bem”

O vereador publicou reprodução de tweet do ambientalista com críticas ao pai dele, o presidente Jair Bolsonaro, pela resposta ao coronavírus

atualizado 11/07/2020 10:36

Divulgação/Câmara Municipal do Rio de Janeiro

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ironizou neste sábado (11/7) a morte do ex-deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ).

No Twitter, ele publicou a reprodução de um tweet do ambientalista no qual criticava Bolsonaro. Ao lado, uma notícia informando sobre a morte do ex-parlamentar. Na legenda, o filho do presidente escreveu: “Da série ódio do bem”.

Sirkis morreu na sexta-feira (10/07), aos 69 anos, em acidente de carro, ocorrido no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O acidente aconteceu As 13h50, próximo ao Arco Metropolitano (BR-483). O ex-deputado morreu no local.

Informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontaram que ele estava sozinho no veículo, um Volkswagem Polo, e seguia em direção à Via Dutra. Na altura do km 74, saiu da pista, bateu em um poste e capotou. Ele estava a caminho do sítio da família, em Vassouras, para encontrar o filho.

Sirkis, junto com o jornalista e ex-deputado Fernando Gabeira, Lizst Vieira e outros ambientalistas são fundadores do Partido Verde no Brasil.  Ao lado do ex-ministro Carlos Minc, eles defenderam a candidatura de Marina Silva em 2010, pelo PV. Ele também foi candidato da presidente da República, nas eleições de 1998, pelo PV.

0

Últimas notícias