metropoles.com

Bolsonaro sobre judeus: “História pode se repetir, inclusive pior”

Presidente visitou o Memorial Shoes on the Danube na quinta-feira (17/2), durante visita oficial a Budapeste, na Hungria

atualizado

Alan Santos/Presidência da República

Em viagem oficial a Budapeste, na Hungria, o presidente Jair Bolsonaro (PL) visitou um dos memoriais aos judeus mortos na Segunda Guerra Mundial, o Shoes on the Danube (Sapatos no Danúbio, em português).

Em vídeo postado no Twitter pelo filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o presidente da República diz: “Quem acha que a história pode não se repetir está completamente enganado. A história pode se repetir, inclusive pior”.

O mandatário passou a quinta-feira (17/2) na capital húngara, após uma passagem pela Rússia. Em Budapeste, ele se reuniu com o presidente do país, János Áder, e com o primeiro-ministro, Viktor Orbán.

A passagem pelo memorial não constava na agenda de compromissos públicos do mandatário. Bolsonaro regressou ao Brasil na noite de quinta-feira.

Shoes on the Danube

Inaugurado em 2005, o memorial homenageia os judeus mortos por milicianos da organização fascista Arrow Cross entre 1944 e 1945. São esculturas em ferro representando 60 pares de sapatos no estilo da época do século passado. Há modelos masculinos, femininos e infantis.

As esculturas representam os sapatos deixados para trás por judeus às margens do Rio Danúbio. Judeus foram obrigados a se despir e fuzilados pelas costas, deixando apenas os sapatos. Os corpos foram levados pela correnteza do rio.






Quais assuntos você deseja receber?