Polícia procura mulher que atacou PMs com soda cáustica em SP

Os agentes foram atingidos pelo rosto e a substância afetou a região dos olhos. Eles foram encaminhados para o Hospital das Clínicas

atualizado 07/12/2020 17:37

A Polícia Civil procura uma mulher foragida após jogar soda cáustica em dois policiais militares, no último sábado (5/12), em Nova Odessa (SP). Foi expedido um mandado de prisão preventiva.

De acordo com informações do G1, a mulher se irritou e houve um desentendimento com os policiais durante um chamado. Os agentes foram atingidos pelo rosto e a substância afetou a região dos olhos. Eles foram encaminhados para o Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp.

“Ela foi lá, premeditadamente, né? Já preparou a solução da soda e jogou no Oliveira, e, posterior, jogando em mim. E, aí, todos se evadiram. Mas, graças a Deus, o pior não aconteceu. Poderia ter acontecido uma tragédia pior, mas estamos aqui”, disse um dos policiais feridos.

A família de um dos soldados contou que os médicos informaram que ele vai ter sequelas na visão do olho direito por conta das queimaduras. A suspeita já tinha antecedentes criminais, um deles por tentativa de homicídio. 

Últimas notícias