Órfãos da Covid-19: “Uma parte de mim morreu também”

Paraibano fala da dor de perder familiares, inclusive pai e mãe, para a doença que já vitimou mais de 2,5 milhões pessoas no mundo

atualizado 18/03/2021 8:26

Marcelo Júnior com os paisArquivo pessoal

Marcelo Júnior, de 37 anos, nunca imaginou que perderia o pai e a mãe em um intervalo de apenas nove dias. Se tornou órfão da Covid-19. Para ele, o luto se somou à dor de não poder estar perto nos últimos momentos da vida, de não poder se despedir.

Teresa Cristina era servidora pública aposentada, tinha 67 anos. Era uma mulher animada e adorava ajudar as pessoas. Marcelo de Oliveira Lima, de 70 anos, era dentista e estava na ativa. Era calmo, tranquilo e carinhoso.

Confira a história completa no Portal T5, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias