Latam suspende transporte de cães por 30 dias no Brasil

Cachorro morreu em voo da companhia, em 14 de outubro, após roer a caixa de transporte e se asfixiar

atualizado 21/10/2021 12:16

THIAGO VINHOLES/WIKIPEDIA

Em nova nota divulgada nesta quinta-feira (21/10), a companhia aérea Latam Airlines Brasil afirmou que suspendeu o transporte de pets no porão de aeronaves pelos próximos 30 dias.

A decisão veio após um cão da raça american bully ter morrido durante um voo, no último dia 14, entre o Aeroporto Internacional de São Paulo e o Aeroporto Internacional de Aracaju. Segundo o laudo, o cachorro roeu a caixa de transporte de madeira e se asfixiou.

No fim de setembro, um cão da raça golden retriver também morreu durante o trajeto São Paulo-Rio de Janeiro.

Os clientes que já haviam comprado o serviço podem seguir com o transporte, adiar sem custo ou pedir reembolso para a companhia.

“A Latam já vinha fazendo uma análise profunda de todos os procedimentos deste tipo de transporte, e neste lamentável evento cumpriu todos os processos de forma correta. Diante deste cenário, a empresa decidiu neste momento suspender a venda para o transporte de PETS no porão das aeronaves nos 30 próximos dias para o mercado brasileiro”, disse a empresa em nota.

“A Latam está acompanhando o caso e segue à disposição para prestar toda a assistência aos tutores do cão”, finaliza a companhia.

Mais lidas
Últimas notícias