Jovem que chegou a pesar 34 kg por causa de doença rara morre após 8 anos

A jovem estava internada desde o dia 3 junho na UTI mas não resistiu. Ela é natural de Cubatão, em São Paulo

atualizado 14/06/2020 10:51

Arquivo pessoal

Após lutar por oito anos contra a esclerose sistêmica, uma doença reumática rara, a jovem Lilian Alcântara, de 31 anos, morreu na passagem do sábado (14/06) para o domingo (15/06). Natural de Cubatão, no litoral sul do estado de São Paulo, ela estava internada na Santa Casa de Santos.

Segundo o site G1, Lilian estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o dia 3 de junho. A situação da paciente piorou e ela teve de ser sedada e entubada. Nos ultimo três dias, ela teve a sedação tirada, segundo informou o irmão, Carlos Eduardo Alcântara, ao site.

“Falei com ela na quinta e comentei que estava engordando e ela ficou toda feliz. Momentos depois, ela teve uma parada cardíaca”, lamenta Carlos. Como resultado da doença, Lilian chegou a pesar apenas 34 kg.

Familiares e amigos criaram uma vaquinha online para ajudar a custear o tratamento de alto custo para os sintomas da jovem. Carlos destaca o quanto a irmã lutou para se manter bem viva.

Últimas notícias