Jovem mata namorada estrangulada, toma veneno e não morre

Um amigo do suspeito chamou a polícia após ele confessar o crime, que teria sido motivado por ciúmes

Hugo Barreto/Metrópoles/Foto Ilustrativa

atualizado 05/02/2020 13:14

A polícia prendeu um jovem de 23 anos, nessa terça-feira (04/02/2020), após ele confessar ter matado a namorada, de 38, enforcada. O suspeito ainda tomou veneno depois do crime, mas não morreu. O caso ocorreu em Barbacena, Minas Gerais. A informação é do jornal O Tempo.

Segundo a Polícia Militar, um amigo do jovem contou que o suspeito confessou que havia brigado e depois matado a esposa. Ele então se ofereceu para acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), pois o suspeito estava passando mal. Contudo, ele o impediu.

Os militares encontraram o corpo da vítima já sem vida, em uma mata. O suspeito estava ao lado dela passando mal. O Corpo de Bombeiros foi até o local, socorreu o rapaz e o levou para o Hospital Regional de Barbacena.

O suposto autor do crime relatou que chegou em casa durante a madrugada e não encontrou a companheira. Ao procurá-la, ele a viu em uma lanchonete, situação que o deixou enfurecido. Eles começaram a discutir.

Durante a briga, já no meio de uma mata, o suspeito agrediu a mulher e a estrangulou até a morte. Logo após, ele encontrou com o amigo e confessou o crime. Tomou o chumbinho e voltou para dentro da mata.

Os vizinhos do casal disseram à PM que as brigas, discussões e agressões por parte do suspeito eram constantes, inclusive na presença dos filhos.

Últimas notícias