*
 

Os irmãos Joesley e Wesley Batista e a controladora do grupo JBS – FB Participações – apresentaram, nesta quarta-feira (16/5), à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) proposta para finalizar o processo de uso indevido de informação privilegiada (insider trading) com ações da JBS. As informações são do O Globo.

Segundo o jornal carioca, a proposta de termo de compromisso ainda precisa ser apreciada pela procuradoria da CVM, bem como obter aprovação do colegiado da entidade. Por meio do termo proposto, o processo pode ser encerrado após o pagamento de uma quantia pelos acusados, que não assumem, contudo, culpa por desvios de dinheiro.

A reportagem informou ainda que a assessoria de imprensa de Joesley e Wesley Batista não comentaram sobre o assunto.

O processo no qual os irmãos Batista tentam dar fim acusa os acionistas de terem vendido ações do grupo JBS antes da colaboração premiada que firmaram com o Ministério Público Federal vir a público, evitando perda milionária com a desvalorização dos papéis como consequência da divulgação da delação.