Investigada, Flordelis relembra um mês da morte de pastor: “Hoje dói”

Anderson do Carmo foi assassinado em 16 de junho na garagem da casa onde morava com a deputada federal e cantora gospel

ReproduçãoReprodução

atualizado 16/07/2019 15:15

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) quebrou o silêncio ao fazer postagens em suas redes sociais, nesta terça-feira (16/07/2019), marcando um mês da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, assassinado na garagem de casa, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

“Minhas fotos ao lado dele sempre foram felizes e sorrindo. Infelizmente, hoje dói! Dói a dor da perda, dói a dor da saudade, a dor da falta que ele me faz. UM MÊS SEM MEU NIEL! Te amarei eternamente”, escreveu a pastora em sua conta no Instagram. O texto também foi publicado no Facebook.

O único filho biológico da parlamentar com Anderson, Daniel dos Santos de Souza, também aproveitou a data para homenagear o pai. “Que falta você faz. Mas não ficará assim. Deus fará Justiça imediata. Não ficarão impunes”, assinalou o rapaz nas redes sociais.

Flávio e Lucas dos Santos, dois dos 55 filhos de Flordelis, estão presos desde o dia 17 por suspeita de participação na morte de Anderson. A polícia ainda investiga o caso e não descarta tampouco possível envolvimento da deputada federal no assassinato.

Laudo do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), do Rio de Janeiro, confirmou que a pistola encontrada na casa de Flordelis foi usada na morte do pastor. A arma foi localizada pela polícia no quarto de Flávio, dois dias após o crime.

Últimas notícias