metropoles.com

Lula diz que Bolsonaro só atendeu “filhos e milicianos”

O petista cumpre agenda em Campinas e dará uma aula magna na Unicamp. Alckmin não o acompanhou por estar gripado

atualizado

Compartilhar notícia

Luciana Lima/Metrópoles
Lula recebe apoio do PSol
1 de 1 Lula recebe apoio do PSol - Foto: Luciana Lima/Metrópoles

Pré-candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva fez um discurso forte contra o presidente Jair Bolsonaro (PL). Em campanha no município de Sumaré, próximo de Campinas, o petista afirmou que o atual chefe do Executivo “mente todos os dias” e usou todo seu mandato para atender somente interesses de “seus filhos” e “milicianos”.

“Esse presidente não atende governadores, prefeitos. Só atendeu seus filhos e milicianos. Mente todos os dias. E ainda coloca medo nas pessoas, mas o povo é soberano”, disse Lula, em discurso nesta quinta-feira (5/5), na Vila Soma. Ele será lançado oficialmente como pré-candidato pelo PT à Presidência da República, neste sábado (7/5).

0

 

O petista também insistiu nas dificuldades econômicas que o Brasil vive atualmente. “O que estamos colhendo hoje é o resultado do ódio e das mentiras que foram contadas nos últimos anos. O Brasil já foi a sexta economia mundial. Hoje é a 13ª. Esse país pode ser melhor. Pode gerar empregos, diminuir a inflação. Nós já provamos isso”, disse Lula.

“O Brasil piorou. Hoje esse país precisa de mais diálogo, mais conversa, mais acordos e menos ódio”.

“Sem fake news”

O petista prometeu uma “campanha limpa” e sem mentiras contra Bolsonaro. “O povo é soberano. O Bolsonaro fica colocando medo nas pessoas. ‘Ah, a campanha vai ser suja, vai ter mentira, vai ter agressividade’. Eu quero dizer a esse cidadão que por acaso virou presidente: vamos fazer uma campanha limpa, ela não será agressiva, não terá fake news”.

“O que vai acontecer nestepaís é que nós vamos ser agressivos de votar no 13 no dia 2 de outubro para que a gente possa tirar ele e botar alguém mais democrático para governar esse país”, disse.

Lula cumpre agenda em Campinas nesta quinta. Havia a previsão de que o pré-candidato a vice, Geraldo Alckmin (PSB), o acompanhasse nessa viagem.No entanto, o ex-governador apresentou sintomas de gripe na noite de quarta e preferiu ficar em casa para se recuperar.

Também foi cancelado o encontro que Lula teria com prefeitos e lideranças políticas da região. Na parte da tarde, Lula é esperado no Teatro de Arena da Universidade de Campinas (Unicamp), onde ele vai ministrar uma “aula magna”.

Antes, Lula almoçará com o amigo Rogério Cézar de Cerqueira Leite, físico e professor emérito da Unicamp.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações