Etanol recua em 14 estados e no DF; preço avança 0,38% no país

Na comparação mensal, os preços do etanol subiram em 17 estados e recuaram outras nove Unidades da Federação

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 21/10/2019 13:04

Os preços médios do etanol hidratado recuaram em 14 estados e no Distrito Federal na semana passada, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Houve alta nos outros 12 estados brasileiros.

Na média dos postos pesquisados pela ANP houve alta de 0,38% no preço médio do etanol na semana passada ante a anterior, de R$ 2,892 para R$ 2,903.

Em São Paulo, principal estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, houve aumento de 0,75% no período e a cotação média do hidratado variou de R$ 2,669 para R$ 2,689 o litro. A maior alta semanal, de 1,30%, foi em Roraima e a maior queda, de 1,31%, em Rondônia.

Na comparação mensal, os preços do etanol subiram em 17 estados e recuaram outras nove Unidades da Federação. Não houve avaliação no mês anterior no Amapá e, portanto não foi possível a comparação. Na média brasileira, o preço do biocombustível pesquisado pela ANP acumulou alta mensal de 2,11%.

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,299 o litro, em São Paulo e o menor preço médio estadual, de R$ 2,544 foi registrado em Mato Grosso.

O preço máximo individual, de R$ 5,470 litro, foi registrado em um posto do Pará e o Rio Grande do Sul registrou o maior preço médio, de R$ 3,969 o litro.