Coronavírus: senador que viajou com Bolsonaro é internado no DF

Nelsinho Trad deu entrada com dificuldades respiratórias e com quadro febril. Ele ficará em monitoramento

atualizado 18/03/2020 23:37

Senador Nelsinho Trad (PSD-MS) |Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS), que testou positivo para o novo coronavírus, foi internado, na noite desta quarta-feira (18/03) no Hospital Sírio Libanês de Brasília. Trad, presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, foi um dos integrantes da comitiva do presidente Jair Bolsonaro na viagem aos Estados Unidos.

Esta é a terceira vez que o parlamentar procura a unidade particular de saúde em busca de atendimento. Nas duas primeiras, ele foi medicado e orientado a cumprir tratamento contra a doença em isolamento domiciliar. Nesta quinta, porém, apresentou sintomas mais severos da Covid-19, sendo necessária sua internação.

Trad estaria sentindo dificuldades respiratórias e apresenta quadro febril. Há a possibilidade de que o senador seja transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, apenas para título de monitoramento. O estado de saúde dele é considerado estável.

Trad não foi o primeiro da comitiva a testar positivo para o novo coronavírus. Nesta quinta, o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, braço direito do chefe do executivo nacional, também confirmou o contágio.

Além de Heleno e do senador, o secretário de Comunicação da presidência, Fabio Wajngarten; seu secretário-adjunto, Samy Liberman; e o encarregado de Negócios do Brasil nos Estados Unidos, o embaixador Nestor Forster, também foram testados como positivo.

Últimas notícias