Carga de Covid no esgoto de Curitiba tem maior quantidade desde agosto

Taxa registrada de Sars-Cov-2 é 31 vezes superior à carga detectada na semana anterior, segundo UFPR

atualizado 05/01/2022 17:09

Na ilustração colorida, vários vírus são representadoAndriy Onufriyenko/ Getty Images

A taxa registrada de Sars-Cov-2 é 31 vezes superior à carga detectada na semana anterior, em Curitiba, segundo o monitoramento feito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). A Rede Monitoramento Covid Esgotos da universidade publicou uma nota de alerta para informar sobre o grande aumento observado.

Os dados de carga de Sars-CoV-2 para Curitiba foram obtidos pela soma das cargas das cinco Estações de Tratamento de Esgotos (ETEs) monitoradas, que atendem juntas toda população de Curitiba e uma fração da população da região metropolitana.

Saiba mais no portal Banda B, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias