ilustração bandeira do brasil máscara

Brasil se torna 4º país com mais de 1% da população infectada por Covid-19

Os números, contabilizados pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (20/7), colocam o país ao lado de Peru, Chile e Estados Unidos

atualizado 20/07/2020 19:59

ilustração bandeira do brasil máscaraArte/Metrópoles

De acordo com o último balanço do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), divulgado na noite desta segunda-feira (20/7), o Brasil contabilizou até agora 2.118.646 infectados pelo novo coronavírus. O número coloca o país ao lado do Peru, Chile e Estados Unidos, se tornando o quarto do mundo, dos que possuem mais de 10 milhões de habitantes, a ter 1% da população diagnosticada com Covid-19.

Os números são do Our World in Data, projeto de pesquisadores da Universidade de Oxford sobre o avanço do novo coronavírus no mundo, e foram analisados pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles.

No Chile, a porcentagem chegou a 1,7%. Logo Depois, EUA e Peru fecham o pódio, com 1,13% e 1,07%, respectivamente.

No entanto, o número de testes feitos nesses países é bem superior ao do Brasil. Enquanto por aqui foram feitos, em média, 21,5 mil exames por milhão de habitantes, no Peru, por exemplo, são 59,5 mil.

Veja gráfico:

Queda de casos

Os valores contabilizados na última semana epidemiológica, entre os dias 12 e 18 de junho, mostram uma novidade: a primeira queda significativa de novos diagnósticos positivos em relação aos 7 dias imediatamente anteriores. Foram 10,5% a menos de casos.

O número de mortos por semana epidemiológica continua estável, porém alto. Há sete semanas, a média de óbitos permanece em 7 mil registros semanais. A possibilidade de um efeito platô “nas alturas” tinha sido prevista em entrevista coletiva, dada no primeiro dia deste mês pelo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia. “Apesar de uma quantidade ainda elevada, começamos a perceber um platô“, afirmou.

Últimas notícias