Advogada de ex-médicos da Prevent: “Votei em Bolsonaro e me arrependi”

“Pensei que ele seria como uma rainha da Inglaterra. Sou meio ignorante nesse sentido", justificou Bruna Morato

atualizado 06/10/2021 18:22

Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (CPIPANDEMIA) realiza oitiva da advogada representante dos médicos que trabalharam na Prevent Senior e elaboraram um dossiê entregue à comissão com diversas denúncias sobre o tratamento da empresa aos pacientes com covid-19, inclusive com a alteração de prontuários. Em pronunciamento, à mesa, advogada representante dos médicos que trabalharam na Prevent Senior, Bruna Morato. À esquerda, advogado da depoente, Roberto Ricomini Piccelli.Roque de Sá/Agência Senado

A advogada Bruna Morato, que representa os ex-médicos da Prevent Senior, afirmou que votou em Jair Bolsonaro (sem partido) para presidente, mas diz ter se arrependido da escolha.

Morato, que ficou conhecida pelo seu depoimento na CPI da Covid-19, na última terça-feira (28/9), afirmou em entrevista ao Portal UOL ter escolhido Bolsonaro nas últimas eleições presidenciais por acreditar que poderia dar certo.

“Pensei que ele seria como uma rainha da Inglaterra. Sou meio ignorante nesse sentido”, afirmou a advogada.

Bruna disse ainda que avaliou que o governo poderia dar certo segundo as escolhas do presidente para os ministérios, principalmente pelos nomes de Sergio Moro e de Luiz Henrique Mandetta para comandarem as pastas da Justiça e Saúde.

0

 

Últimas notícias