Acusado de agredir paisagista no Rio faz exames de sanidade mental

Após ser preso em flagrante, ele alegou ter dormido e acordado em meio a um surto psicótico para justificar o crime

atualizado 22/02/2019 10:26

Reprodução/ Instagram

Acusado de agredir a paisagista Elaine Peres Caparróz, 55 anos, Vinícius Batista Serra está internado em um hospital penitenciário do Rio de Janeiro desde essa quarta-feira (20/2). Ele passa por exames de sanidade mental, segundo informou O GLOBO. Ao ser preso, ele alegou que tinha problemas psicológicos e, na noite do crime, dormiu e acordou em meio a um surto psicótico.

No dia 18 de fevereiro, durante audiência de custódia na Cadeia Pública José Frederico Marques, a defesa do acusado apresentou documentos com declarações médicas de 2016 sobre os problemas mentais de Vinícius.

O juiz Alex Quaresma Ravache, no entanto, afirmou que a documentação não era “suficiente para atestar a inimputabilidade ou semi-imputabilidade do custodiado”, conforme apontou o jornal. Além da prisão preventiva, o magistrado determinou que o acusado fosse submetido a uma avaliação psiquiátrica.

Violência
Vinícius protagonizou mais um caso bárbaro de violência contra a mulher no dia 16 de fevereiro. Os dois se conheceram na internet e, no dia do crime, jantaram juntos na casa da empresária. Na mesma noite, ela foi encontrada no local desacordada e estava com o rosto desfigurado após ser agredida por cerca de quatro horas por Vinícius.

O homem de 27 anos foi preso em flagrante depois de os vizinhos chamarem a polícia. Informações veiculadas anteriormente apontaram que Vinícius usou um nome falso para entrar no prédio, localizado na Barra da Tijuca.

Últimas notícias