*
 

Os beneficiários do DF Sem Miséria que tinham a expectativa da liberação do dinheiro nesta quarta-feira (4/1) ficaram frustrados. É o caso de uma moradora de Ceilândia, desempregada, mãe de uma filha de dois anos. “Fui na lotérica e não saiu nada. Eles (o governo) sempre atrasam. Difícil pagarem em dia”, diz a mulher, que deveria receber R$ 100. Temendo represálias, ela prefere não ser identificada.

A Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos informou nesta quarta-feira (9/1) que o dinheiro será liberado e “estará, no mais tardar, na conta dos beneficiários na segunda-feira (9), devido a problemas de transferência para a Caixa”.

O GDF tinha dito que o dinheiro sairia provavelmente nesta quarta. Agora, deu nova data. Não é a primeira vez que o Executivo atrasa o pagamento do benefício. Em 2016, o Metrópoles mostrou que os beneficiários estavam há meses sem receber o auxílio. O motivo seria a falta de recursos.

O DF Sem Miséria atende 87 mil famílias pobres e extremamente pobres no DF. Mesmo com dificuldades para pagar o benefício, o GDF decidiu ampliar o programa para adolescentes em situação de vulnerabilidade. Jovens com idade entre 15 e 17 anos, integrantes de famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), receberão uma bolsa mensal no valor de R$ 190 por até dois anos.

 

 

 

COMENTE

atrasoDF Sem Misérialiberação
comunicar erro à redação