*
 

Em 17 de março de 2014, o Brasil amanheceu com mais uma das inúmeras operações desencadeadas para capturar criminosos especializados em desvio de dinheiro público. O que a população não sabia — tampouco os próprios policiais federais e integrantes do Ministério Público — é que o fio puxado naquela manhã de segunda-feira representava a ponta de um novelo cujo tamanho até hoje não foi mensurado.

Hoje, passados mais de três anos desde o início da Operação Lava Jato, que contabiliza 44 fases, a maioria da população acredita que os trabalhos são insuficientes para estancar a sangria nos cofres públicos. Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (6/9) pelo Instituto Paraná revela que, para 54% dos entrevistados, a Lava Jato não conseguirá limpar a corrupção no Brasil. Outros 40,7% têm visão mais otimista, enquanto 5,3% não souberam ou não responderam.

Do universo pesquisado, as mulheres são as mais pessimistas: 55,7% responderam “não”; enquanto 52,4% dos homens disseram que a operação não será suficiente para passar o país a limpo.

O Instituto Paraná ouviu 2.452 brasileiros com 16 anos ou mais a partir de questionário on-line feito entre os dias 4 e 6 de setembro. Segundo a entidade, a amostra representativa do território nacional atinge um grau de confiança de 95%, com uma margem estimada de erro de aproximadamente 2% para os resultados gerais.

Confira a pesquisa completa

 

 

COMENTE

Lava Jatopesquisainstituto paraná
comunicar erro à redação